Depoimentos

FIZ O CONCURSO, ACERTEI 17 DAS 20 QUESTÕES QUE COMPUNHAM A PROVA DE PORTUGUÊS E FUI PRESENTEADO COM O 1º LUGAR,  NO PRIMEIRO CONCURSO QUE EU FIZ NA VIDA. (Paulo - Areado-MG)

Clique para seguir, comentar e compartilhar.

 

 

Distinção entre metonímia e sinédoque

          Muitas pessoas me têm perguntado se metonímia e sinédoque são uma só figura de linguagem ou se há distinção entre elas. Essa pergunta é relevante, pois em alguns livros não se faz a diferença entre essas duas figuras, enquanto outros as classificam como duas figuras diferentes.
          Na metonímia e na sinédoque, ao contrário do que ocorre com a metáfora, a mudança de significado não requer a transposição de um domínio para outro. Nelas, há entre os termos uma relação real e direta, caracterizada pela proximidade. Na metáfora, uma coisa lembra outra porque guarda com ela traços de similaridade. Na metonímia e na sinédoque, um conceito não lembra outro, não há transposição de domínio, não há comparação. Um conceito implica outro porque guarda com ele uma relação direta e real de contiguidade. Por isso a interpretação de uma metonímia ou de uma sinédoque requer menos esforço por parte do intelocutor do que a de uma metáfora, já que nesta a transposição de significado é subjetiva e naquelas, objetiva.
          Considera-se a figura como sinédoque quando a relação entre os termos é quantitativa, ou seja, pela sinédoque alarga-se ou reduz-se a significação da palavra. As relações entre os termos são basicamente as seguintes: parte pelo todo, singular pelo plural, gênero pela espécie, o particular pelo geral (ou vice-versa).
          Considera-se a figura como metonímia, quando a relação entre os termos é qualitativa. Na metonímia, há uma implicação entre os conceitos que decorre de uma relação de contiguidade entre eles. As relações entre os termos são, por exemplo, a causa pelo efeito, o continente pelo conteúdo, o autor pela obra, o lugar pelo produto, o instrumento pela pessoa que o utiliza etc.
          Como se pode notar, a diferença entre metonímia e sinédoque é bastante sutil e a distinção entre elas não é de todo relevante. Como o conceito de metonímia abarca o de sinédoque, a maioria dos autores prefere não mais fazer distinção entre essas duas figuras, optando usar o nome metonímia para designar as figuras de linguagem em que a transposição de significado decorre de uma relação contiguidade material ou conceitual entre os termos.
          Em nossos livros, não fazemos a distinção entre metonímia e sinédoque, por considerá-la irrelevante, reservando a palavra metonímia para designar toda figura de linguagem em que uma palavra é empregada no lugar de outra por haver entre elas uma relação lógica de proximidade.


 

Mais de Ernani Terra
Parceiros

Copyright © Ernani Terra / Criação de Sites: Brasil na Web