Brincar com veneno

Sadismo e ódio em “Brincar com veneno”

1 minuto Em post recente, falei sobre o conto “O homem que veio de longe”, de Ronaldo Correia de Brito, e prometi que voltaria a falar do autor cearense. Comento agora o conto “Brincar com veneno”, que também faz parte de Livro dos homens. Narrado em terceira pessoa, o conto se desenvolve em torno de dois personagens, Heitor e Leocádia, que são casados há algum tempo e vivem no engenho que Heitor herdou com a morte do pai.  Heitor fora estudar Medicina no Rio Continue lendo