Mourejar

Carnaval de mouro

2 minutos Carnaval se aproxima e, para entrar nos festejos, publico crônica que há algum tempo tinha compartilhado por meio de minha página no Facebook. Como os leitores do blogue não são necessariamente meus seguidores ou amigos na rede social, não vejo problema em trazer a crônica para cá. Ressalto que não se trata de reprodução ipsis litteris daquele texto, pois dei uma mexida nele. Por outro lado, acrescento que o tema está dentro da proposta do blogue, que é de falar de língua Continue lendo

Mourejar

2 minutos Mourejar por ERNANI TERRA © Como já disse num post anterior gosto de usa a expressão “trabalhar feito um mouro” em vez de dizer “trabalhar muito”, “trabalhar pra karai”. Me soa mais original. Poderia, a bem da concisão, substituir a comparação por um único verbo: MOUREJAR. Gosto desse verbo porque ele se parece comigo. É um verbo intransitivo, quer dizer, não tem complemento. Sozinho ele se basta para predicar um sujeito qualquer. No máximo, ele admite uma companhia circunstancial como em Ele Continue lendo