Preferencial ou exclusivo?

Tempo de leitura: 1 minuto

Preferencial (adj. 2.g): que tem preferência.Preferência (subst. fem.): ação ou fato de preferir, prioridade, possibilidade de passar na frente dos outros.

Preferir (v.t.): escolher (pessoa ou coisa) entre outra(s).

Exclusivo (adj.): que exclui, que elimina.

Excluir (v.t.d.): pôr de lado, afastar, separar.

Excluir provém do verbo latino excludere, cujo sentido é ‘não deixar entrar’, ‘expulsar’.

Em preferencial, temos o prefixo pre- (do latim, prae) que significa anterioridade, antecipação.

Em exclusivo, temos o prefixo ex- que significa movimento para fora. Esse prefixo aparece em palavras como expulsar, excluir, exumar.

Tudo bem que exumar é um verbo pesado. É transitivo, isto é, pede um complemento, que nesse caso é um cadáver. Exumar é tirar o cadáver da terra. Sua origem é exhumare. Verbo que ligado ao substantivo humus, que quer dizer terra. Exhumare: tirar da terra.

Vocês poderiam me perguntar de onde me vieram essas reflexões de cérebro enfermo que quer simplesmente mostrar que preferencial e exclusivo não são a mesma coisa. Eu vos responderei: da fila do caixa do supermercado, ao presenciar pessoas nada humildes (ops! outra vez o radical humus) se digladiando pelo direito de expulsar o outro sem direito a exumação para poder pagar primeiro.

Quo usque tandem, iratus, abutere patientia nostra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *