A aranha negra, de Jeremias Gotthelf, um livro de tirar o sono

1 minuto A aranha negra, do escritor suíço Jeremias Gotthelf (1797 – 1854), Editora 34, 2017, com tradução e excelente posfácio do professor da USP, Marcus Vinicius Mazzari, é uma leitura de tirar o sono. Elias Canetti, Thomas Mann e Otto Maria Carpeaux são alguns nomes que fazem ótimas referências ao livro de Gotthelf. Usando a técnica da boneca russa, o autor encaixa, na narrativa em terceira pessoa, duas histórias narradas pelo avô: a primeira, ocorrida no séc. XIII; a segunda, no séc. XV. Continue lendo

Hoje acordei com uma acídia danada

3 minutos No Museu do Prado, em Madri, pode-se admirar a obra Os sete pecados capitais, do artista holandês Hieronymus Bosch (1450 – 1516), uma pintura em óleo sobre madeira, com estrutura circular, formando um tampo de mesa. No centro está Jesus e a inscrição em latim Cave Cave Deus Videt (Cuidado, cuidado, Deus está vendo). Em torno desse centro estão representados os sete pecados com seus nomes escritos também em latim: superbia, avaritia, luxuria, invidia, gula, ira, acidia. A ACÍDIA Atenho-me à palavra Continue lendo

Aspecto Verbal

4 minutos ASPECTO VERBAL O aspecto verbal tem sido uma categoria pouco estudada na escola. Não há também uma uniformidade de linguagem entre gramáticos e linguistas sobre esse assunto, de sorte que é possível que você encontre os aspectos verbais que comento neste post com outra nomenclatura. Sem pretensão de esgotar o assunto, apresento algumas considerações sobre aspecto de maneira bastante objetiva, lembrando que se trata apenas de uma breve introdução ao assunto. Denomina-se aspecto o ponto de vista que se tem do processo Continue lendo

Perdas e danos

3 minutos Sabem aqueles filmes que são adaptações de livros que ficam mais conhecidos do que o livro? Perdas e danos, da escritora irlandesa Josephine Hart (1942 – 2011), é um deles. Lançado em 1991, Perdas e danos, cujo título original é Damage, foi adaptado para o cinema em 1992. O filme, dirigido por Louis Malle, tem os mesmos títulos do livro, Damage e, em português, Perdas e danos. Ambos são excelentes e o filme é bastante fiel ao livro e pode ser assistido Continue lendo

Da leitura literária à produção de textos

2 minutos No último post, coloquei artigo de minha autoria, publicado na Revista Metalinguagens, que tratava da leitura do texto literário. Ainda dentro desse tema, que é objeto de minhas pesquisas, acabo de lançar um livro que trata das relações entre leitura literária e produção textual. O livro tem por título Da leitura literária à produção de textos e foi publicado pela Editora Contexto em junho de 2018. Nos parágrafos que seguem, exponho, em rápidas pinceladas, ideias que nortearam a elaboração do livro. Falar, ouvir, Continue lendo