Literatura

A terceira margem do rio

4 minutos No artigo trato de um dos contos mais festejados da literatura brasileira: A terceira margem do rio, de Guimarães Rosa, que faz parte do livro Primeiras estórias. Trata-se de um conto narrado em primeira pessoa, o que produz um efeito de sentido de subjetividade. O que é transmitido ao leitor é a visão do narrador, que é personagem do narrado. Narrador e demais personagens não são designados por nomes próprios, mas pelos papéis temáticos que exercem: o filho, o pai, a mãe, Continue lendo

Nós que apagamos a lua

4 minutos Recebi pelo correio o livro Nós que apagamos a lua: 21 histórias para guardar, de Alana Freitas El Fahl, Editora Zarte, que li numa sentada. Alana é de Feira de Santana e professora de Literatura Portuguesa e Brasileira na Universidade Estadual de Feira de Santana, onde se graduou em Letras Vernáculas. É doutora em Teorias e Críticas da Literatura e da Cultura pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Sua tese de doutoramento é sobre os contos de Eça de Queirós, que resultou Continue lendo

O velocista, de Walter Cavalcanti Costa

2 minutos Em julho de 2018, publiquei no blogue artigo em que saudava o lançamento do livro O velocista, de Walter Cavalcanti Costa, pela Companhia Editora Pernambuco (Cepe). Por motivos que apenas os deuses da informática podem explicar, o artigo simplesmente desapareceu do blogue. Na verdade, não se trata de nenhuma conspiração de deuses ou demônios; mas, como pude averiguar, foi uma falha imperdoável da empresa que hospeda o blogue. Felizmente, o querido Walter tinha os prints de tela com o texto publicado no Continue lendo