Cativo e cativante

Tempo de leitura: 2 minutos

Cativante
Quando eu acho que iriam me dar um respiro, me enchem de coisas a fazer com prazo para anteontem, o que me obriga a voltar a trabalhar feito um mouro cativo sob o sol inclemente do deserto e sem direito sequer a um caravançará onde possa ao menos respirar e aplacar a sede. Paro para pensar: como alguém que torna o outro cativo pode ser cativante? As pessoas cativantes são, na essência, sádicas? Seria o cativo um masoquista? Ou sofreria da síndrome de Estocolmo?

O que é cativo? A etimologia pode ajudar um pouco a entender o significado. Essa palavra vem do latim, captivusaum, um adjetivo de primeira classe, aquele que têm uma forma para o masculino (captivus), uma para o feminino (captiva) e outra para o neutro (captivum). Esse adjetivo provém de captusaum, cujo sentido é 'preso', 'aprisionado'. Havia também o substantivo captivus-i, usado para designar o prisioneiro de guerra. Cativante também provém do latim, captivans, antis, um adjetivo de segunda classe (uma forma para o masculino e feminino, captivans e outra para o neutro, captivantis) cujo sentido é ‘aquele que que cativa’.

Estamos chegando lá, pois já chegamos ao verbo, que é captivo-as-avi-atum-are, cujo sentido é 'aprisionar', 'fazer cativo', 'apoderar-se de'. Isso nos leva a outro verbo capto-as-avi-atum-are, 'agarrar',' tomar', 'apanhar', 'apetecer', 'ambicionar'. Mas vejam: o capto nada mais é do que uma forma frequentativa de capio-is-cepi-captum-capere, que significa 'agarrar', 'pegar', 'apanhar'. Parênteses: frequentativo é aspecto verbal que indica repetição. Saltitar, por exemplo, tem aspecto frequentativo, significa saltar repetidamente.

Mas onde está a relação entre alguém cuja ação é aprisionar o outro, um capturador, portanto, e o fato de exercer sobre o outro uma sedução?

Sou obrigado a recorrer a etimologia de seduzir. Do latim seduco-is-xi-ctum-cere, significa 'separar', 'chamar de parte', 'distinguir'. Vocês já perceberam que esse verbo provém de duco-is-xi-ctum-cere, que significa 'conduzir', ao qual se antepôs o prefixo SE- que exprime separação, afastamento, privação. Seduzir é portanto desviar alguém de seu caminho para aprisioná-lo, torná-lo cativo. Quem lhe seduz, que será sempre alguém cativante, aprisiona-o, separa-o de seu caminho, e o torna seu, o mantém em cativeiro.

Acho melhor eu voltar a mourejar, senão a pessoa cativante, que me seduziu, vai desancar a chibata no lombo deste mouro cativo. Mas antes ainda dá para ouvir La barca, com Luis Miguel:
Dicen que la distancia es el olvido
Pero yo no concibo esta razón
Porque yo seguiré siendo el cautivo
De los caprichos de tu corazón
Supiste esclarecer mis pensamientos
Me diste la verdad que yo soñé
Ahuyentaste de mí los sufrimientos
En la primera noche que te amé

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *