Da leitura literária à produção de textos

Tempo de leitura: 2 minutos

No último post, coloquei artigo de minha autoria, publicado na Revista Metalinguagens, que tratava da leitura do texto literário. Ainda dentro desse tema, que é objeto de minhas pesquisas, acabo de lançar um livro que trata das relações entre leitura literária e produção textual. O livro tem por título Da leitura literária à produção de textos e foi publicado pela Editora Contexto em junho de 2018. Nos parágrafos que seguem, exponho, em rápidas pinceladas, ideias que nortearam a elaboração do livro.

Da leitura literária à produção de textos

Falar, ouvir, ler e escrever são habilidades que permitem a socialização por meio da língua. Da leitura literária à produção de textos, como se depreende do título,  trata das duas últimas. A obra visa fornecer subsídios para a formação de competentes leitores e produtores de texto, por isso parte do princípio de que ler e escrever não devem ser trabalhados separadamente, pois são duas faces de uma mesma moeda. Escreve-se para ser lido e só se lê o que foi escrito. Procuro, por meio da leitura compreensiva, levar o leitor a identificar os procedimentos estratégicos usados em gêneros literários para aplicá-los na redação de textos próprios. A proposta é aprender ler para aprender escrever.

O livro foi escrito de forma a facilitar a leitura e a apreensão dos conteúdos. Como não é um livro para especialistas, mas para principiantes, muitos dos quais ainda não familiarizados com os conceitos dos estudos da linguagem e do discurso, procurei manter uma linguagem clara, sem rodeios e complicações, sem abrir mão do rigor conceitual.

Há uma regra simples, antiga e verdadeira que diz que para escrever bem é preciso ler muito. Mas ler o quê? Quando se quer aprender algo, deve-se procurar o melhor mestre, aquele que tem mais coisas para ensinar. Para a escrita e a leitura, não tenho a menor dúvida em afirmar que o mestre dos mestres é a literatura. Não é por acaso que essa disciplina é chamada de a arte da palavra. Os escritores de obras literárias são aqueles que com mais maestria trabalham a palavra, produzindo textos que sobrevivem ao tempo e se tornam modelos de boa escrita.

Uma das formas de aprender é por imitação. Aprende-se fazer observando como outros fazem. No livro, apresento procedimentos adotados por bons autores literários para que se possa aplicá-los em produções escritas, produzindo textos bem formados. Por outro lado, embora considere a prática essencial para o aperfeiçoamento das habilidades de leitura e escrita, entendo que uma base teórica favorece o aprendizado, por isso exponho de maneira didática conceitos relevantes das teorias da linguagem e do discurso.

No livro, quatro são os gêneros literários usados como ponto de partida para a produção de textos diversos: a crônica, o conto, a poesia e o romance. De cada um deles, destaco características a serem transpostas na produção de textos.

Caso você tenha alguma sugestão ou crítica a fazer, pode deixar seu comentário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *