Língua e literatura

É que somos muito pobres

4 minutos O escritor mexicano Juan Rulfo (1917 – 1986) é mais festejado pelo seu romance Pedro Páramo, uma obra-prima sem dúvida. Mas Rulfo é também excepcional contista. Um de seus contos de que mais gosto chama-se “É que somos muito pobres” e está no livro Chão em chamas, publicado no Brasil pela Edições BestBolso, num livrinho em formato pequeno com 174 páginas, com excelente tradução de Eric Nepomuceno. A frase que abre o conto, “Aqui tudo vai de mal a pior”, antecipa ao Continue lendo

Listas de livros de final de ano

3 minutos É praxe no final de ano publicarem listas com os melhores do ano nas diversas categorias. Evidentemente, tais listas devem ser vistas apenas como uma relação de de títulos que, na opinião de quem as elaborou, contêm os “melhores”. Pessoalmente, gosto de ler essas listas, sobretudo quando elaboradas por pessoas que têm conhecimento e, principalmente, bom gosto, pois nelas acabo descobrindo alguma coisa que me passou batida. Muitos dos livros que lemos e muitos dos filmes a que assistimos nos foram indicados Continue lendo