Labirinto

Comumente é assim

Comumente é assim

1 minuto Em 1973, um jovem e entusiasmado aluno de Letras da FFLCH-USP, que também amava poesia, correu mais de uma vez ao Teatro Cacilda Becker para assistir a um espetáculo teatral, dirigido por Flávio Império, a partir de uma ideia de Walmor Chagas (1930 – 2013), chamado Labirinto: balanço da vida. Walmor, sozinho em cena, dizia poemas (ou trechos de poemas) de vários autores, como Fernando Pessoa, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Rimbaud, D.H.Lawrence, José Régio. Até hoje, 46 anos passados, o Continue lendo