A foto, conto de Enrique Anderson Imbert

1 minuto Há pouquíssimo tempo postei aqui a tradução que fiz do conto O suicida, do escritor argentino Enrique Anderson Imbert (1910 – 2000). Quem quiser lê-lo é só clicar no aqui. Publico hoje outro conto de Imbert, em tradução minha. Repito o que disse na postagem anterior: não sou tradutor, portanto não esperem lá grande coisa desta minha tradução. O conto se chama A foto. Como tantos outros da obra do escritor argentino, trata-se de um miniconto. A foto Jaime e Paula se casaram. Já durante Continue lendo

Ironia: uma figura de retórica

4 minutos Neste artigo, trato de uma figura de linguagem chamada ironia. Antes, porém, de falar sobre a figura, esclareço que essa palavra provém do grego eirōneía,as no sentido de ‘ação de interrogar fingindo ignorância; dissimulação’, de eirōneúomai no sentido de ‘fazer-se de ignorante’. A origem da palavra nos dá a pista para entender a figura. Dissimulação, perguntar algo fingindo que não sabe a resposta. Há, portanto, na ironia um jogo entre o ser e o parecer. O sujeito parece dizer algo quando, na Continue lendo

O suicida, conto de Enrique Anderson Imbert

1 minuto Um dos autores que mais aprecio é o escritor argentino Enrique Anderson Imbert (1910 – 2000). Tenho predileção especial por seus minicontos. Lamentavelmente não se encontra a obra dele publicada em português. Nesta postagem, trago o conto O suicida, que traduzi para o português. Ressalto que não sou um tradutor, por isso espero que relevem problemas de tradução. O objetivo é que aqueles que nunca leram os contos de Imbert tomem contato com a obra dele. Se gostarem, sugiro que leiam os Continue lendo

Copa do mundo: Brasil eliminado pela 3a. vez neste século

2 minutos Século, como se sabe, é um substantivo que designa o período de cem anos contados a partir de um marco. Assim, estamos no século XXI d.C, cujo início se deu em 2001 e se estenderá até 2100. Século é um substantivo que guarda alguma semelhança com a numerais, como década, semestre, quarentena, milênio etc. Alguns gramáticos chamam esses substantivos de numerais coletivos. Se o século XXI começou em 2001 e estamos em 2018, podemos dizer que estamos ainda no começo do século, Continue lendo

O titês e o idioleto

4 minutos Época de Copa, piadas e memes rolando soltos. Neymar parece ser a bola da vez, mas vou falar do Tite, ou melhor, da linguagem do Tite, o titês, também motivo de piadas. Antes, porém, é preciso explicar o que é idioleto. Já falei aqui da variação linguística. Comentei que a língua varia em decorrência de diversos fatores (geográficos, históricos, contextuais etc.). Há também o jargão, a língua de certos grupos sociais e profissionais, como o juridiquês e o economês, linguagem própria de Continue lendo